Comunidades e Circulos de Aprendizagem

Postado em

Comunidades de aprendizagem e círculos de aprendizagem

Realizou-se no dia 26 de setembro de 2014, na Biblioteca Municipal José Saramago um “encontro sobre ensino não formal: partilha de experiências” .

O encontro tinha um duplo objetivo: para além da partilha de experiências foi igualmente apresentado o Guia Prático Círculos de Aprendizagem cuja prática tem vindo a ser dinamizada em Portugal por Joaquim Jorge e Carla Proença.

Quanto à discussão ficou patente que há alguma confusão entre a Educação Informal, formal e não formal. Uma polémica que há 30 anos atrás se falava bastante. Em boa hora Maria José Vitorino postou este pequeno video que esclarece a questão.

Ensino Informal Não Formal e Formal

Quanto à metodologia dos círculos de aprendizagem , ficou evidente que existe mais teoria do que práticas.

Quando se procura abordar os problemas de transição com instrumentos de apresentação formal, acaba por ficar evidente que cada cada um se centra mais em si próprio ao invés de promover a interação com o outro. A proposta das comunidades de aprendizagem baseia-se na promoção do encontro como processo de crescimento pessoal e social. Isso só acontece em encontro e não em hierarquia de saberes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s